O desafio da comunicação com os media em tempos de pandemia

Por Sónia Dias em

A pandemia agravou a crise do jornalismo, como em muitas outras áreas, o que  trouxe também novos desafios sobre como comunicar com os media para os profissionais do setor da comunicação. Agora os media tem menos espaço  e os jornalistas  estão cada vez mais ocupados e são cada vez menos.

Portanto, é fundamental levar em consideração o que é realmente  importante para  tornar um tema em notícia, nomeadamente, atualidade,  importância,  proximidade (física ou emocional) e o que é interesse ao público do jornalista.

Uma entrevista ou um artigo nos media são uma das formas mais eficazes de comunicação para empresas ou organizações, especialmente em tempos de crise. Permitem transmitir as  mensagens a um grande público, geram debates, fornecem credibilidade, são uma fonte vital de informações num mercado dinâmico e em constante mudança, podem ser uma forma de enfatizar o sucesso e permitem fortalecer a reputação de uma marca ou empresa. o que pode ser útil numa situação de crise.

Uma crise é um evento inesperado que foge ao controle dos líderes e tem impacto e afeta a forma como os stakeholders percebem o negócio ou a organização. É caracterizada por um aumento significativo da pressão dos media, pois há muito pouca informação sobre a qual os jornalistas desejam fornecer à sua audiência e pode reduzir a credibilidade e reputação da organização.

A maior questão é que pode criar uma perceção negativa entre os diversos stakeholders sobre a responsabilidade da empresa e dos seus dirigentes em relação à situação que surgiu.

É, por isso cada vez mais importante, ter conteúdos e histórias relevantes e de interesse sobretudo quando procuramos comunicar em plena pandemia. Devemos conseguir abafar o ruído existente através de histórias relevantes para quem escreve e sobretudo para quem lê.

Para os consultores é necessário estar mais próximos das marcas e empresas e extrair o máximo de conteúdo. Em tempos de crise, só quem se consegue reinventar vai permanecer relevante.

Categorias: Uncategorized